Existem algumas coisas que você pode fazer agora que te farão ser muito mais produtivo do que outros desenvolvedores no mesmo nível que você.

Faça alterações no seu código de forma sustentável

Esta é, sem sombra de dúvidas, uma das coisas mais difíceis de aprender. Mas com certeza traz um resultado imenso que te retorna com bons juros ao longo do tempo.

Investir em aprender sobre orientação a objetos, padrões de projetos, como criar testes simples e rápidos e técnicas de refactoring fazem com que a dor de modificar o seu código diminua e a sua produtividade aumente de uma forma incremental.

Este é um investimento que se paga de forma cumulativa. Sempre invista em gastar ao menos um tempo do seu dia para aprender algo novo ou analisar o que não vem dando certo em seus projetos, foque na melhoria contínua, dando sempre um passo de cada vez.

Termine o que você começou

É uma informação óbvia, mas é um vício que muitos de nós desenvolvedores não conseguimos sair.

Nós criamos um projeto, começamos bastante empolgados nele e, depois de algumas semanas ou no primeiro grande desafio que ele traz, a motivação vai embora e você acaba se apaixonando por outra ideia… Fazendo com que o ciclo se repita sempre.

A mesma coisa pode acontecer dentro do seu time, você pega uma issue para codificar e move ela pra frente… E sem nem analisar o que está acontecendo dentro do seu time, você pega outra issue que ainda não foi iniciada para resolver e ciclo se repete.

Imagine todo mundo do seu time fazendo isso? O resultado é muito simples e frequente, muitas coisas são iniciadas e poucas são concluídas. E obviamente no fim, sua Sprint vai ter várias funcionalidades importantes que não estão concluídas.

A sacada aqui, tanto fazendo projetos pessoais quanto em projetos profissionais é separar as suas tarefas no mínimo entregável possível.

Em um projeto pessoal onde o foco é aprender, no lugar de escolher uma stack completamente nova, que tal pegar as tecnologias que você já conhece e colocar apenas um dos elementos (Ex.: um banco de dados não relacional ou um framework diferente) que é completamente novo para você?

Ou profissionalmente, que tal manter o foco em entregar uma funcionalidade bastante pequena, mas que gera um valor enorme, sendo assim se ela for concluída faz com que o seu time tenha uma vitória mesmo que somente ela esteja pronta no final da sprint? Ou antes de iniciar uma issue nova, que tal fazer um pair programming ou revisar aquela issue que outro desenvolvedor já concluiu?

Foca sempre em entregar valor e não começar coisas novas.

Sendo assim, de projeto em projeto, de funcionalidade em funcionalidade, você vai conquistando vitórias e vai entregando valor para o seu cliente e pra você mesmo. Ganhando confiança e seguindo para o próximo nível.

Comece seu dia com um plano de ação

Sem um planejamento do seu dia, a tendência é você já iniciar ele de forma reativa e não ver valor entregue no final do dia.

Mesmo que tenha trabalhado o tempo todo, sua motivação tende a ir embora pois é muito provável que tenha apenas apagado incêndios e de forma não sustentável deixando de resolver o que é mais importante no momento.

O que eu faço todos os dias é buscar levantar ao menos 5 tarefas que, se eu concluir, vai ser um dia nota 10. Estas tarefas normalmente estão alinhadas com minhas estratégias de longo prazo e me ajudam a manter o foco no que é importante.

Um breve resumo do meu planejamento:

  • Aos domingos faço uma revisão do que aconteceu ao longo da semana anterior, o que deu certo e o que não deu, onde eu errei e se eu cumpri os meus objetivos que havia imaginado
  • Analiso e já deixo agendado todos os meus compromissos para a próxima semana e pontos de atenção que já deixei anotado anteriormente
  • Analiso minhas metas pessoais com foco no que eu quero dar continuidade nesta semana (Ex.: fazer este artigo, gravar vídeos, meus estudos, trabalhar em algum outro projeto pessoal, onde devo dar mais foco profissionalmente) e distribuo dentro da minha semana
  • No final de cada dia eu faço uma análise das tarefas que fiz, e dou uma revisada no planejamento do dia seguinte para adicionar pontos que estavam faltando, remover o que não faz mais sentido e continuar o processo de melhoria contínua.
  • Desta forma, ao iniciar o meu trabalho, eu não tenho que analisar o ambiente e tomar uma decisão do que fazer primeiro. Ou responder ao primeiro incêndio que aparecer.

    Em geral eu me preocupo apenas em abrir meu planejamento e seguir ele… Se a motivação não vem, paciência, o jeito é fazer aquilo que a minha versão de domingo ou do dia anterior me pediu. E isso, na maioria das vezes dá certo.

    Então é isso, espero que tenha gostado de todos os pontos que eu enumerei e se houver alguma coisa pra complementar, coloque aqui nos comentários. Eu vou ficar muito feliz em saber o que você acha sobre este assunto.

    Se souber de alguém que está afim de dar aquela turbinada na carreira e entender que este texto é para ele, não esquece de dar uma compartilhada! :-)